Crítica: Guerra dos Mundos (2005)

A tendência de Spielberg de maquiar a violência pode ser percebida em várias cenas de Guerra dos Mundos, mas isso não diminui o perigo enfrentado pelos seres humanos durante a invasão alienígena. Os acontecimentos são vistos pelo ponto de vista de Ray e seus dois filhos que moram com a mãe. O roteiro se mostra atual ao explorar o medo dos americanos após o 11 de Setembro. Demora até eles compreenderem que não se trata de um ataque terrorista, mas sim de algo ainda mais fatal.
As cenas de ação são dirigidas de maneira empolgante por Spielberg, que usa os efeitos especiais com eficiência e nos faz acreditar que não há lugar seguro para ninguém. Em certos momentos, a tensão é tão grande que não dá para imaginar um final feliz. Ter esse sentimento comprova que não é necessário mostrar litros de sangue para tornar violenta a essência de um filme.
Não só a luta pela sobrevivência importa, mas também a aproximação de Ray e seus filhos. Esse lado sentimental não pode ficar ausente nos trabalhos de Spielberg. Não vejo nenhum problema nisso.
Mas nem tudo são flores. A escassez de ideias dos roteiristas é percebida em sequências que não agregam muita coisa para história, como aquela envolvendo o personagem de Tim Robbins e também pelo final abrupto e um tanto forçado. São vários os argumentos óbvios que fazem do desfecho algo difícil de engolir, um deles é o seguinte: Se os alienígenas nos estudaram por tanto tempo, como foram vencidos por algo tão banal e tão comum?

7/10
IMDb 

About these ads

13 comentários sobre “Crítica: Guerra dos Mundos (2005)

  1. Eu não gosto desse filme. Acho ele muito bem realizado, como toda obra do Spielberg, mas falta algo… A história não envolve a gente como poderia. Eu, por exemplo, não me importei com os destinos dos personagens…

  2. Exatamente isso que você disse, o filme acaba assim [pulft], se contentando com uma explicação que até é importante, mas que é passada de maneira banal.

    • Sabe que não acho dispensável? Não são muitos os filmes bons do tema e acredito que um que tenha no mínimo a qualidade de Guerra dos Mundos já deva ser valorizado.

      Bjos.

  3. Spielberg soube levar o filme de forma ótima no primeiro ato, depois Dakota começou a irritar loucamente, menina chata dos inferno!

  4. Acho um filme excelente e imensamente melhor ao original, embora aquele também seja bom. Acho bastante pertinente que você mostre que o drama familiar que é cerne da história não seja um problema, porque de fato não é, e esse foi um aspecto que alguns usaram para diminuir o filme, como se uma ficção científica de terror não pudesse servir de alegoria para tratar de questões humanas (pois ela sequer se limita à família do personagem de Cruise). O final acabou ficando como homenagem ao livro, e confesso que também não acho muito inspirado. Mas não vou relevar tantos momentos de tensão tão bem construídos, de sequências brilhantes e de uma condução impecável por causa disso. 10/10

    • É realmente um grande filme.

      “Mas não vou relevar tantos momentos de tensão tão bem construídos, de sequências brilhantes e de uma condução impecável por causa disso”

      Exatamente a sensação que fiquei.

      Abraços!

  5. Gosto de “Guerra dos Mundos”, que tem um clima bem legal e uma produção satisfatória, claro. No entanto, acho que, a partir da metade, o filme começa a perder força, em especial a partir da participação de Tim Robbins. Tudo isso para culminar em um final totalmente inconvicente!

  6. Ja assisti umas 4 vezes e gostei autos efeitos vizuais e da tensao do filme, pena que Dakota irritou muito, eo justin era muito burro. Mas o Cruise foi genial.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s