Crítica: Desconhecido (2011)


Desconhecido é daquele tipo de filme que não se sustenta quando paramos para pensar sobre suas reviravoltas. A premissa sem dúvida é interessante, mas aos poucos a falta de solidez do roteiro é escancarada. Graças a boa interpretação de Liam Neeson conseguimos sentir a angústia do Dr. Martin Harris quando ele se torna um zé ninguém no meio de Berlim. O mais estranho é que outra pessoa parece ter assumido o seu lugar durante os 4 dias em que ficou em coma devido a um acidente. Nem mesmo a esposa o reconhece. As dúvidas que ficam são essas: por que alguém teria interesse de se passar pelo Dr. Harris e o que a sua esposa ganha em compactuar com isso? A busca por essas respostas fica mais centrada em várias cenas de ação, principalmente aquelas envolvendo perseguições automobilísticas. São cenas filmadas com boa técnica, donas de uma tensão trabalhada de maneira agradável, mas não dá para negar que o mais interessante seria desenvolver melhor a história e os personagens. Longe de ser cansativo, Desconhecido é muito mais um thriller de ação do que algo inteligente que vá mexer com nossos neurônios. O desfecho, apesar de absurdo, não é um insulto a nossa inteligência e diverte.

6/10 IMDb

About these ads

11 comentários sobre “Crítica: Desconhecido (2011)

  1. Também acho um bom filme, e especialmente o defendo por particularmente considerar sua trama bem amarrada (não criativa ou original, mas bem conduzida e condizente com o que é mostrado). A direção é bem realizada, e estende méritos a toda parte técnica. Mas, realmente, já vimos isso antes (a franquia BOURNE), e melhor. [5/10]

  2. Mesmo se a história é implausível, o filme prende e diverte, como você comentou, Bruno. E Liam Neeson empresta tanta credibilidade ao papel que aceitei tudo com tranquilidade.

  3. Esse filme é totalmente influenciado pela franquia “Bourne”, como bem lembra o Mateus. O que me chama a atenção nele é a forma como o Liam Neeson se reinventou como ator, apostando nesse filão de ação.

  4. O legal do filme é que ele consegue prender nossa atenção até o fim, no sei se é a história ou o Liam Neeson fazendo um bom trabalho, mas o fim gostei do longa.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s