Greve (1925)


Nota: 8

É impossível não associar este filme com uma forte propaganda política, mas com o passar dos anos o que continua impressionando as gerações de cinéfilos é a qualidade do diretor Sergei Eisenstein atrás das câmeras. Este foi o primeiro longa metragem dele, que na época tinha menos de 30 anos. Em Greve existem cenas de ação extremamente empolgantes, fruto da genialidade de Eisenstein, principalmente no quesito montagem. Sem falar nos belos e criativos ângulos utilizados.

Um trabalhador é acusado de roubo pelos patrões e se mata em protesto. Isso gera uma ira na classe trabalhadora que entra em greve e exige reinvindicações. Nada muito exagerado, tudo o que eles queriam eram 8 horas de trabalho por dia e também receber um tratamento digno dos chefes. Os patrões são retratadados como verdadeiros magnatas, fumando charutos e bebendo conhaque. O humor está presente quando um desses patrões limpa sua bota utilizando as reinvindicações e depois há um anúncio da fábrica dizendo que tudo foi bem analisado. A fábrica considera sem sentido o que está sendo pedido e tudo é negado.

E aí ninguém segura o povo. Os grevistas se transformam em um personagem, o famoso “herói coletivo”. A capacidade de Eisenstein de orquestrar as cenas de repressão é marcante. Os bombeiros tentam dispersar a multidão com água e confesso que nunca esse elemento me pareceu tão perigoso como aqui. Não faltam cenas extremamente cruéis, envolvendo crianças e grandes doses de covardia. É histórico o simbolismo utilizado pelo diretor, quando ele mostra o gado sendo abatido, intercalando com imagens dos policiais não poupando ninguém. Claro que o filme é um tanto esquemático e exagera na propaganda, mas acredito que é um daqueles filmes obrigatórios para nós amantes do cinema.

Título original: Stachka
Ano: 1925
País: União Soviética
Direção: Sergei M. Eisenstein
Roteiro: Sergei M. Eisenstein, Grigori Aleksandrov
Duração: 82 minutos
Elenco: Grigori Aleksandrov, Maksim Shtraukh, Mikhail Gomorov

/greve(1925) –
bruno knott,
sempre.

Anúncios

8 comentários sobre “Greve (1925)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s