Crítica: Leaves of Grass (2009)


Dica do By Star Filmes.

O diretor/ator Tim Blake Nelson escreveu o roteiro de Leaves of Grass pensando em Ed Norton no papel dos gêmeos Kincard. A escolha não poderia ter sido melhor. Ed Norton triunfa ao dar vida a dois gêmeos completamente diferentes um do outro. Bill mora na cidade grande e é um famoso professor de filosofia. Brady, que vive no interior, é um mestre no cultivo da maconha hidropônica.

Bill não visita sua terra natal há anos e ele não faz questão de voltar tão cedo. Sente-se superior a mãe, ao irmão e ao tipo de vida que eles levam. Uma notícia de que Brady fora assassinado por uma flecha o faz retornar para “casa’. Em breve, Bill descobre que deve ajudar o irmão em um problema com traficantes.

Tim Blake Nelson transforma um roteiro complicado em algo interessante e acessível. Ele trabalhou em um filme dos Irmãos Coen (E aí, Meu Irmão, Cadê Você?) e podemos dizer que ele bebeu bastante dessa fonte, principalmente quando o assunto é humor negro e mortes inesperadas. O grande destaque de Leaves of Grass é a atuação de Norton, mas muitos detalhes são dignos de nota, como o personagem surpreendente do dentista, a relação de Bill com a mãe e com Janet, citações filosóficas de Diógenes sobre a irracionalidade de temer a morte e até mesmo poesia, afinal Leaves of Grass é o titulo de um livro de Walt Whitman, poeta americano. Este é um filme estranhamente esquecido, mas que merece nossa atenção.

Título original: Leaves of Grass
Ano: 2009
País: USA
Direção: Tim Blake Nelson
Roteiro: Tim Blake Nelson
Duração: 105 minutos
Elenco: Edward Norton, Tim Blake Nelson, Susan Sarandon, Richard Dreyfuss, Keri Russell

/ leaves of grass (2009) –
bruno knott,
sempre.

Anúncios

19 comentários sobre “Crítica: Leaves of Grass (2009)

  1. Já deveria ter visto este filme! Lembro que fiquei curioso quando li sobre. Sua crítica me motivou a procurar de uma vez por todas. Pena que saiu direto em DVD, né?

  2. Já deveria ter visto este filme! [2]
    só estou enrolando diante das prioridades e porque a preguiça impera só de pensar em ir até a locadora e talz rs. Mas verei. O filme passou bem despercebido, o que é uma pena. Gosto muito de Tim Blake Nelson e Edward Norton, poxa, não tem nem muito o que dizer, né? O cara arrebenta, mas merece papeis melhores!

    abs!

  3. Costumo gostar de quase todos os filmes que tem Edward Norton no meio. Nao vi este filme ainda, vou procurar assistir…

    Abs!

  4. Bruno, fico feliz que você tenha gostado de ‘Leaves of Grass’! É um filme que merece maior divulgação. E obrigada pela referência 😉

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s