Minority Report – A Nova Lei (2002)

minority-report

Minority Report é o tipo de filme que exige um pouco mais da nossa massa cinzenta, mas que também oferece cenas de ação de alta qualidade. Não são muitos os diretores com a capacidade de conduzir um projeto ambicioso como esse, sorte que nesse caso a tarefa ficou com Steven Spielberg.
Dono de um roteiro inteligente, Minority Report nos apresenta a um futuro não tão distante, no qual os criminosos são presos antes de cometerem seus crimes. As primeiras cenas explicam esse processo sem nos deixar confusos, o que não deixa de ser um feito respeitável dada a complexidade da coisa. John Anderton (Cruise) é um dos principais policiais que utilizam essa tecnologia, mas as coisas ficam complicadas para ele quando o sistema o acusa de assassinato.
A parte de ação se concentra basicamente na fuga de Anderton, em cenas que demonstram como os efeitos especiais podem colaborar para uma história. A criatividade de Spielberg parece não ter limites aqui, por isso podemos ver perseguições com carros voadores, aranhas mecânicas que farão de tudo para identificar seus alvos e mais.
E é claro que um dos aspectos mais interessantes de Minority Report reside nas discussões éticas que ele levanta, já que, na realidade, as pessoas acabam presas sem cometer crime algum.
O filme nos reserva reviravoltas surpreendentes ao longo de suas quase duas horas e meia, sem perder o ritmo, além de possuir um final bem costurado e imprevisível. Mais um grande acerto de Spielberg.
8/10

Anúncios

4 comentários sobre “Minority Report – A Nova Lei (2002)

  1. Minority é uma obra. até certo ponto, subestimada na carreira de Spielberg. O filme também me agrada bastante. Como vc bem disse, mescla com competência ação e reflexão.

  2. É um filme capaz de fazê-lo perder o fôlego. É uma ficção tecnologicamente visionária, além de um whodunnit interessante. Tomara que Spielberg esteja igualmente inspirado quando fizer Robopocalypse no ano que vem.

  3. Sou um grande admirador do filme, mas infelizmente não é um longa tão disseminado entre o público. Steven Spielberg é um diretor fantástico, o mais versátil em todos os tempos. Sua qualidade inquestionável faz de filmes tão diferentes, como MINORITY REPORT e WAR HORSE, por exemplo, serem muito relevantes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s