Crítica: Star Trek Into Darkness (2013)

star-trek-into-darkness-spockStar Trek Into Darkness pode agradar tanto aos fãs como aos que não estão nem aí para a franquia. O diretor J. J. Abrams demonstra total domínio da câmera e nos entrega uma verdadeira aventura sci-fi, com cérebro e coração. Tudo bem que o enredo pode desafiar a lógica, mas não dá para negar que estamos diante de uma boa história, contada de maneira direta e sobrando tempo até para fazer alguns comentários sociais e políticos pelo caminho. O desenvolvimento dos personagens é um dos pontos fortes, inclusive com diálogos que às vezes puxam para a emoção e às vezes investem no humor, geralmente quando foca em Spock e seu jeito vulcano de ser. O vilão é interpretado intensamente por Benedict Cumberbatch, ator que está cada vez mais em evidência. Trata-se de um antagonista nada superficial e que ainda garante um sorriso no canto da boca dos fãs de Star Trek quando tem sua identidade revelada. Como deveria ser com todos os filmes-pipocas, temos aqui ação do mais alto nível, com os efeitos especiais usados a favor da narrativa, criando suspense e elevando a dose de adrenalina nas horas certas. Simplesmente, não há do que reclamar: Star Trek Into Darkness é puro cinema de entretenimento.
8/10

Anúncios

Um comentário sobre “Crítica: Star Trek Into Darkness (2013)

  1. Gostei muito do primeiro “Star Trek” do J.J. Abrams, por isso me arrependi profundamente quando perdi as chances de assistir a esta sequência no cinema. Todo mundo fala que é um ótimo filme. Espero ter uma nova chance de conferir a obra.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s