Crítica: Duelo de Titãs (2000)

remember-the-titans-2000Estamos no ano de 1971, época em que o racismo ainda era forte no estado americano da Virginia. Tentando mudar um pouco esse panorama, o governo estabeleceu uma lei obrigando a integração racial das esquipes esportivas. A mudança começa pelo comando técnico do time de futebol americano do colégio local, que agora fica a cargo do afro-descendente Herman Boone. Após alguns desentendimentos, Bill Yoast, o técnico anterior, aceita a posição de coordenador defensivo. Ambos vão trabalhar juntos com o objetivo de realmente unir os jogadores.

Muitos achavam que haveria algum tipo de favorecimento durante os treinamentos, mas nada disso ocorre. O técnico Boone impõe um regime de treino militar, de extrema intensidade, levando os jogadores ao cansaço absoluto, com tratamento igual para todos. Uma corrida às três da madrugada e um treino longo sem permitir que os atletas se hidratassem são provas disso.

Aí entra um dos pontos mais interessantes de Duelo de Titãs: a dinâmica da relação entre os dois técnicos. Enquanto Boone às vezes exagera na rigidez, Yoast aborda os jogadores de uma forma mais tranquila. Mais do que preparar um time com possibilidades de vencer, eles querem formar um grupo de verdadeiros irmãos. Essa união dos atletas serve de inspiração para cidade, que ainda convive com revoltantes exemplos de racismo.

Mesmo com alguns clichês do gênero e com cenas pouco inspiradas dos jogos, o filme possui força própria, reservando momentos de emoção genuína e fazendo um comentário social dos mais relevantes. Não dá para deixar de elogiar também as ótimas escolhas da trilha sonora, como Creedence, Cat Stevens e The Temptations. Mais um aspecto importante que faz Duelo de Titãs ser um ótimo entretenimento.
8/10

 

Anúncios

Um comentário em “Crítica: Duelo de Titãs (2000)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s