Crítica: Inch’Allah (2012)

inch-allah-1Chloe é uma médica canadense que vive em Jerusalém e trabalha em um campo de refugiados em Ramallah, principalmente atendendo gestantes e crianças pequenas. Ela tem uma amiga que faz parte do exército de Israel e também se tornou próxima de uma palestina e de sua família.

Inch’Allah tinha uma oportunidade de se tornar um filme politicamente relevante, mas a própria diretora já afirmou várias vezes que este nunca foi o objetivo. Podemos compartilhar com Chloe uma inquietação e tristeza por vermos pessoas em situações de pobreza, além de ficarmos sempre tensos com algum possível atentado terrorista. Tudo é filmado de maneira realista, o que prejudica é uma certa apatia da personagem principal.

São poucos os momentos realmente impactantes, mas um em particular é bem forte e talvez seja a única coisa deste filme que ficará em minha memória. No final das contas, soa absurda a atitude da médica e ficamos com a impressão de que a diretora quis justificar um ato terrorista.
6/10

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s