Crítica: Dil Chahta Hai (2001)

dil-chahta-haiEu havia me empolgado bastante com o cinema indiano após assistir ao fabuloso Zindagi Na Milegi Dobara (You Don’t Get Life a Second Time, 2011), filme que pretendo comentar aqui no blog em um futuro próximo. Fiz algumas pesquisas para decidir a minha próxima incursão em Bollywood e me deparei com várias recomendações para este Dil Chahta Hai, que tem a altíssima nota de 8.6 no IMDb.

Depois de intermináveis 180 minutos, pude constatar que fazia um bom tempo que eu não assistia a algo tão ruim.

A história começa com Siddharth levando alguém para o hospital e ligando para os amigos de longa data Akash e Sameer. Eis que descobrimos que existe algum tipo de rusga entre Siddharth e Akash e aí começa um longo flashback que vai tentar explicar pelo o que cada um dos três passou até chegar neste momento.

Os três eram muito amigos e compartilhavam as mais diversas experiências, até que chegou a hora de amadurecer e cada um encontrar um rumo na vida, seja na questão de trabalho ou de iniciar um compromisso mais sério com alguma mulher. A ideia, apesar de batida, é boa e poderia ter se transformado em algo bem melhor.

O fato é que não conseguimos criar empatia com os personagens, que muitas vezes são irritantes, principalmente Akash com sua mania de fazer piadinhas idiotas em quase todas as situações. Pelo excesso de clichês e a gritante ingenuidade de algumas cenas, ficamos impossibilitados de nos envolver emocionalmente com os conflitos pessoais apresentados. Alguém pode até argumentar que o objetivo é entregar algo mais fantasioso do que real, mas mesmo assim não funciona. São vários os números musicais e nenhum deles empolga, principalmente por serem repetitivos demais. Isso sem falar na trilha sonora, que em todos as situações mais dramáticas torna-se melosa ao extremo, como em qualquer novela mexicana.

Para piorar, o roteiro perde o foco e chega um momento no qual temos dificuldade de lembrar o que se passa com alguns personagens. Ah, é claro que o final é dos mais previsíveis, daqueles que adivinhamos desde o começo, como em qualquer novela… brasileira.

Depois de tamanha catástrofe cinematográfica, tentei entender como um filme desses consegue tal nota no IMDb. Descobri. Houve uma campanha dos usuários indianos para classificar Dil Chahta Hai com uma nota alta e eles conseguiram. É uma pena não podermos confiar em todos os cinéfilos ao redor do mundo.
4/10 

 

6 comentários sobre “Crítica: Dil Chahta Hai (2001)

  1. Com tantos indianos no mundo, fica fácil manipular os votos do imdb. Há muito tempo não vejo uma produção de Bollywood. Imagino que vocês estejam recomendando o Barfi! de 2012. Acho que não tem na única locadora do meu bairro.😦 Vocês viram no cinema ou baixaram de algum lugar?

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s