Crítica: Expresso do Amanhã (2013)

snowpiercer-2013

Após uma tentativa problemática de conter o aquecimento global, a Terra entra em uma nova era glacial. Tudo está morto, destruído e congelado. Os únicos sobreviventes estão dentro de um trem que dá voltas ao redor do mundo. Sair do trem não é uma opção, a não ser que você queira congelar até a morte em questão de minutos.

A trama se passa no de 2031, um futuro nada convidativo.

Esse gigantesco trem é dividido por classes. Na cauda, os pobres, na frente, a elite. Existe um comandante que fica no primeiro vagão e funciona como uma autoridade nos moldes do grande irmão de 1984. O povo da parte de trás do trem é constantemente maltratado, tendo que conviver com injustiças, opressão e insossos blocos de proteína como alimento. Curtis, um dos líderes dos oprimidos, chega a conclusão de que está na hora de uma revolta total.

Com um ritmo adequado para o material, o filme permite que o público se envolva com a perturbadora situação dos personagens. As cenas de ação são esteticamente empolgantes e bem dosadas. A criatividade é um dos trunfos aqui, principalmente na concepção dos visuais. Falo isso tanto para o (gelado) lado de fora, como para o trem propriamente dito, afinal cada vagão apresenta um cenário diferente.

O Expresso do Amanhã consegue se utilizar de várias influências, como 1984, Brazil e Metrô, para criar seu próprio estilo e e sua própria história. Além de funcionar como uma ótima ficção-científica, não é exagero dizer que ele é capaz de nos fazer pensar um pouco sobre os caminhos perigosos que a nossa sociedade está trilhando nas questões ambientais.
8.5/10

/dica do parceiro cinecapsulas

2 comentários sobre “Crítica: Expresso do Amanhã (2013)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s