Review: Game of Thrones 4×04 – Oathkeeper

Game-of-Thrones-Oathkeeper-1Após o episódio morno da semana passada, Game of Thrones retorna a sua qualidade habitual com “Oathkeeper“. Temos aqui bastante coisa acontecendo, muitas informações, várias expectativas criadas para os próximos episódios e uma cena final chocante.

Durante a conversa entre Mindinho e Sansa, ficou claro que ele foi o responsável pela morte de Joffrey. Foi possível também verificar a enorme ambição deste personagem imprevisível. O que ele quer? O que ele pretende com esse tipo de ação? TUDO, é o que ele responde. Mindinho agora vai em direção a Lysa Arryn, irmã de Catelyn Stark.

O fato é que Mindinho não agiu sozinho quando tirou a vida do rei. Esta foi uma trama bem elaborada, que contou ainda com a participação de Olenna Tyrell. A simpática senhora sabe como as coisas funcionam nas linhagens reais. Agora, ela oferece preciosas dicas para Margaery conquistar a afeição e fazer cabeça do jovem Tommen, o futuro rei. É interessante perceber que o garoto Tommem parece ter um bom coração. Sempre odiamos Joffrey e o seu reinado. Será que as coisas serão diferentes agora? Será que vamos torcer, por exemplo, para Daenerys chegar em Porto Real e decepar a cabeça do coitado? E convenhamos, a mãe dos dragões está ficando bem violenta e vingativa, com quem merece, é claro.

Tivemos alguns bons momentos de humor, como a tutoria oferecida por Bronn para Jaime, com direito a uma técnica inesperada e eficaz. Outra cena que arrancou risadas, foi aquela em que o escudeiro Pod chamou Brienne de Sir, se retratando logo em seguida. Os dois agora vão se unir com o objetivo de encontrar Sansa Stark, afinal Brienne fez essa promessa para Catelyn anteriormente. Para ajudar na busca e como prova de amizade, Jaime presenteia Brienne com a espada “Cumpridora de Promessa“.

Falando em Jaime, o regicida está em uma posição delicada. Ele acredita que Tyrion não foi o responsável pela morte de Joffrey, mas isso faz Cersei ficar ainda mais fria com ele.

Mas as coisas realmente esquentaram (…sério?) no Norte. Jon Snow convence Allister Thorne da importância de ir até a Fortaleza de Craster e lidar com os traidores antes que Mance apareça por lá. Jon Snow forma um grupo de voluntários, mas conta com a presença do mais do que suspeito Locke, que recebeu a ordem dos Bolton de encontrar os garotos Stark.

E não é que Brandon Stark e seu grupo estavam bem próximos a casa de Craster? Aliás, o local virou uma zona. Os traidores da patrulha da noite violentam as mulheres do local de todas as formas possíveis e mantém a tradição de levar os filhos de Craster como oferenda para os Caminhantes Brancos. Infelizmente, Brandon e os outros foram capturados. Foi legal ver Bran usando o poder de controlar o corpo do lobo gigante, mas foi triste ver o animal caindo em uma armadilha.

Dessa vez tivemos o desprazer de acompanhar o destino de uma “oferenda”. Game of Thrones já nos mostrou várias crueldades e hoje tivemos mais um exemplo. O bebê chegou às mãos de um tipo de líder dos caminhantes brancos e, com um toque, iniciou uma inevitável transformação. Mais um para o exército!

A guerra dos tronos continua sangrenta e indefinida, mas quando o povo de Westeros vai se preocupar realmente com os caminhantes brancos? Se demorarem muito, pode ser tarde.

Temos muita tensão pela frente! E lembrando… seriado é seriado, livro é livro. Para que comparar? Para que falar que o episódio é ruim apenas porque está diferente dos livros? Bom senso, galera!
9/10

11 comentários sobre “Review: Game of Thrones 4×04 – Oathkeeper

  1. A dupla Brienne e Podrick é puro carisma hein? Estou querendo acompanhar o que sairá dali pra frente.

    Existem algumas liberdades um tanto quanto perigosas em relação a série que difere dos livros, uma delas é essa captura de Bran junto aos comparsas de Craster. Acredito que no final das contas é apenas para dar uma tensão a mais e, lá na frente, seguirão o rumo principal. Não li todos os livros, possa ser que no quinto tenha algo relacionado a isso não sei.

    Bom episódio, serviu mesmo para esquentar um pouco mais as coisas em relação ao último episódio

    1. Verdade Márcio. Eu não me importo com alterações… Desde que sejam feitas para melhor. Uma coisa que li é q talvez algumas cenas desse episódio foram spoilers do próximo livro. Será?

      1. Eu também não me incomodo com pequenas alterações no roteiro, mas particularmente não gostei nada desse episódio. Modificou muito a ação dos personagens da forma como são nos livros (principalmente Mindinho) e as últimas cenas estão completamente fora de contexto com os livros, sem contar que aquela última sena bizarra foi um tremendo spoiler pros leitores.
        Não gostei nada…

      2. A cena final foi sim já foi um spoiler para nós que lemos os livros, mas não o “pior” deles, em uma nota da sinopse da HBO eles revelaram algo sobre essa mesma cena, parece que sem querer, que acabou por definir o spoiler para nós.

  2. “E lembrando… seriado é seriado, livro é livro. Para que comparar? Para que falar que o episódio é ruim apenas porque está diferente dos livros? Bom senso, galera!” Assino em baixo. Aleluia, finalmente leio alguém que pensa como eu. Ja esta mais do que na hora das pessoas aprenderem a ver as duas obras separadamente. Grandes mudanças serão feitas, e isso é algo que não tem como mudar, afinal se trata de mídias diferentes e há muitas outras coisas envolvidas por trás, orçamento, tempo de tela, limitações da mídia, públicos diferentes à se lidar…….. Leia os livros, assista a série, e curta as duas experiencias.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s