Crítica: 48 Horas! (Went the Day Well?, 1942)

went-the-day-wellNunca tinha ouvido falar no diretor Alberto Cavalcanti e foi com muita surpresa que descobri que ele era brasileiro. Responsável por este clássico um tanto esquecido, Cavalcanti nasceu no Rio de Janeiro em 1897 e iniciou a carreira no cinema em 1920 na França.

O filma nos mostra uma vila inglesa recebendo soldados em busca de um local para descansar e planejar uma defesa contra um iminente ataque nazista.Na verdade, esses soldados são alemães disfarçados de aliados. Tal descoberta é feita aos poucos pelos habitantes, proporcionando cenas de suspense e tensão.

Algumas coisas soam absurdas, é verdade, mas Cavalcanti transmite um tom de urgência quase palpável e assim entramos de corpo e alma na história. Algumas sequências se destacam pela violência e outras pela coragem dos ingleses defendendo o lar da ameaça alemã.
8/10

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s