Crítica: Flash 1×22 – Rogue Air

flash-1x22-rogue-air

O penúltimo episódio desta primeira temporada de Flash nos apresenta a uma interessante discussão sobre a índole de Barry, traz o Arqueiro para participar e ainda chega a diversos momentos muito aguardados, como a (provável) derrota do Flash Reverso e Iris finalmente escutando a voz do seu coração.

Foi tanta coisa interessante que parecia um season finale!

Uma coisa que me chamou muito a atenção aqui foi a comparação do tipo de herói que é Flash e que é o Arqueiro. Barry bolou um plano moralmente questionável para fazer o transporte dos meta-humanos. Ele foi atrás do vilão Snart para ajudá-lo. É claro que Snart quis algo em troca e Barry aceitou fazer, para indignação de Joe.

Barry recebeu críticas por ter tentado dar uma de malandro, mas para mim ele foi ingênuo ao achar que Snart iria cumprir o que prometeu. Aí que está um dos problemas do nosso herói. Ele acredita que qualquer um pode fazer o bem.

Flash sozinho não iria conseguir derrotar o Flash Reverso, por isso Oliver e Ronnie apareceram para salvar o dia. O trabalho em equipe costuma ser mais efetivo nesses casos mesmo. É sempre bacana ver Flash e o Arqueiro em cena juntos e dessa vez não foi diferente, apesar do foco ter sido apenas na ação.

O problema da vez é o fato do acelerador de partículas ter sido novamente ligado. Qual o plano para pará-lo e evitar mais uma catástrofe?

A conferir.

4-out-of-5-stars1

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s