Crítica: Silverado (1985)

silverado-1985

Apesar de não oferecer nada de novo para o gênero, Silverado trata o Velho-Oeste com respeito. Contando com um sólido elenco e uma história simples e eficiente, o filme agrada na maior parte do tempo. A primeira metade é um pouco mais leve, com tempo para várias situações que puxam para o lado cômico, já do meio para o fim as coisas ficam mais sérias e mortais. Não vou negar que Silverado possui momentos um pouco arrastados e previsíveis, mas isso é compensado pelo fato de sermos brindados com boas doses de nostalgia e ação. O diretor e roteirista Lawrence Kasdan parece ter tido a intenção de nos fazer lembrar de como esse gênero pode ser divertido. Curiosidade: o filme recebeu duas indicações ao Oscar de 1986, melhor som e melhor trilha sonora. 3-stars-out-of-5

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s