Crítica: Corações de Ferro (Fury, 2014)

coracoes-de-ferro-2014

Corações de Ferro, filme dirigido por David Ayer (Marcados para Morrer) e estrelado por Brad Pitt, é um lembrete de como o inferno da guerra pode transformar o homem. Por se tratar de um gênero de que gosto bastante e de ter como diretor um cara talentoso, minhas expectativas estavam bem altas. Boa notícia: elas foram muito bem correspondidas.

A trama se passa no período final da Segunda Guerra Mundial, momento em que os desesperados nazistas já sabiam que a derrota era certa, mas não queriam dar o braço a torcer. Acompanhamos um pequeno grupo de soldados que invade a Alemanha em um tanque. Quatro deles já são macacos velhos na ‘arte’ da guerra e um é um recém chegado dos mais inexperientes.

Há algo de clichê nessa situação de um novato dentro de um grupo calejado, porém aqui as coisas funcionam bem. O roteiro habilmente escrito faz o arco narrativo deste personagem soar bem natural e permite com que nos importemos com ele.

Um dos objetivos principais de Corações de Ferro é mostrar a camaradagem que surge entre os soldados no meio da guerra, ainda mais quando dividem o pequeno espaço de um tanque.

E é claro que não podemos esquecer da violência. Não faltam cenas que mostram o verdadeiro horror da guerra, seja quando vemos membros decepados jorrando sangue ou quando presenciamos atos covardes, mas justificáveis até certo ponto.

Apesar de uma sequência um tanto fora de lugar envolvendo o encontro os soldados e duas mulheres e a batalha final que, apesar de muito bem feita, é hollywoodiana demais, temos aqui um dos melhores filmes de guerra dos anos 2000.

298

4 comentários sobre “Crítica: Corações de Ferro (Fury, 2014)

  1. Estou com esse filme para assistir (e comentar no blog depois) há tempos, mas não consegui arrumar ainda um espaço na agenda para ele apesar das inúmeras recomendações.

  2. Também gostei de “Corações de Ferro”. A II Guerra Mundial é um tema batido, mas gostei desse viés original, usando o tanque como uma espécie de personagem principal e elo de ligação e de lealdade entre esses personagens. O Logan Lerman é um ator muito talentoso e vai dar muito o que falar ainda em Hollywood!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s