Crítica: Fires Were Started (1943)

Filmado em um estilo quase documental, Fires Were Started nos mostra o árduo e heroico trabalho do corpo de bombeiros inglês durante a Segunda Guerra Mundial. Com apenas 62 minutos de duração não há uma trama propriamente dita. O que vemos é a chegada de um novato que irá conhecer a rotina dos bombeiros e depois o combate a um enorme incêndio resultado de um bombardeio alemão.

O ar propagandístico do filme é evidente, mas não dá para negar o valoroso trabalho dos bombeiros. As sequências do incêndio são filmadas com muita intensidade pelo diretor Humphrey Jennings. As chamas se alastram de maneira absurda. Sacrifícios serão exigidos para um resultado positivo.

O pouco de desenvolvimento que vemos é investido na camaradagem entre o grupo. Enquanto aguardam um chamado, eles se divertem de alguma forma e criam fortes laços. Infelizmente, é difícil criar uma intimidade com eles. De qualquer forma, podemos considerar Fires Were Started como um competente registro de um dos momentos mais sombrios da História.

Nota: 7

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s