O Dorminhoco (1973)


Cotação: 8

Se você está a fim de assistir a um filme com bastante humor, ficção e uma boa dose de bizarrice, eis uma bela opção. Woody Allen, além de dirigir, é o personagem principal do filme. Ele interpreta Miles Monroe, um cara que foi ao hospital para operar uma úlcera e acaba acordando 200 anos depois, exatamente no ano de 2173. Nessa época, os EUA está dominado por um Líder, no melhor estilo 1984. A população é controlada e para a diversão existe uma máquina chamada orgasmotron e uma bola metálica que deixa as pessoas chapadas, o orb.

O humor está presente das mais variadas formas nesse futuro concebido pelo diretor. Por exemplo, algumas coisas que hoje em dia são consideradas maléficas a saúde tornaram-se benéficas, como o cigarro e as comidas gordurosas. Woody Allen também oferece diálogos cheios de ironia, principalmente em relação a personalidades e fatos dos anos 70. Em um momento, Miles Monroe precisa se disfarçar de robô para não ser pego pela polícia e aí temos gags visuais no maior estilo Chaplin, com uma trilha sonora bem característica de filmes mudos de comédia.

Acredito que a históra em si não seja tão importante aqui, mas devo dizer que Miles entra para o grupo da resistência que tenta acabar com o Líder. A maneira pela qual eles tentam isso é surreal e torna-se um dos momentos mais engraçados de O Dorminhoco. É uma ótima comédia do diretor, repleta de risadas fáceis e algumas que precisam de um certo conhecimento histórico. São 90 minutos de entretenimento puro.

Título original: Sleeper
Ano: 1973
País: EUA
Direção: Woody Allen
Roteiro: Woody Allen e Marshall Brickman
Duração: 89 minutos
Elenco: Woody Allen, Diane Keaton

.imdb

/bruno knott

About these ads

19 comentários sobre “O Dorminhoco (1973)

  1. Esse do Allen eu ainda não conferi. Vi dele, essa semana que passou, no Telecine Cult Manhattan 9que é obra-prima eterna) e recomendo para os fãs do diretor Zelig. Soberbo! Vamos ver o que ele apronta nesse novo longa, You will meet a tall dark stranger”.

    • É… não é comum ver um cidadão comendo uma banana de 2 metros ou passeando com uma galinha do tamanho de um cavalo, mas por ser bizarro é que ficou engraçado pra mim hehe…

      além dos diálogos acidos do Woody Allen

  2. Nossa, que sinopse bizarra! hehehehe
    Woody Allen é ótimo pra comedias. Tem sempre um toque diferente no maior estilo.

    Abs!

  3. Esse filme tem aquele gostinho inocente das produções do Allen quando ele não tinha tanta visibilidade e estava entrando no auge de sua criatividade cômica (e por mais que tenha passado por momentos mais críticos, ainda hoje ele mantém essa verve bem latente). Mas aquela cara dele de estúpido é impagável!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s